Publicidade
Publicidade

Costa desiste de candidatura e Tom deve ser aclamado presidente do Fluminense

Compartilhe este Post

O deputado Everton Carneiro da Costa, o Pastor Tom, deve ser aclamado como o presidente do Fluminense de Feira. A eleição presidencial acontece na noite de hoje quando os sócios e conselheiros definirão a nova diretoria para estar a frente do clube a partir de junho do próximo ano, quando se encerra o mandato do atual presidente, José Francisco Pinto, o Zé Chico. O detalhe é que na manhã de hoje, o servidor público Joseval Costa, que também tinha registrado chapa para concorrer ao pleito abriu mão da candidatura para apoiar o deputado.

Na manhã de hoje aconteceu um encontro entre os candidatos Tom e Joseval Costa, com a presença também do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho, onde ficou definida a situação, semelhante a eleição anterior, quando tinha duas chapas registradas e já na abertura dos trabalhos da assembleia geral, o advogado Hércules Oliveira, então candidato, abriu mão da disputa e na oportunidade Zé Chico foi eleito por aclamação.

Desta forma, a assembleia geral deve referendar a situação e Tom então será aclamado como novo presidente do clube e deve contar com o apoio do atual presidente Zé Chico, que em principio tinha declarado apoio a Costa, mas já havia deixado claro que não teria empecilho em apoiar o deputado. “Apenas eu tinha dado a palavra que apoiaria Costa porque ele nos ajudou em muitas oportunidades e tinha conversado conosco falando da sua intenção em concorrer, mas eu não teria problema nenhum em apoiar Tom”, disse Zé Chico.

Após a conversa com o ex-prefeito José Ronaldo, Joseval Costa confirmou a desistência da candidatura para apoiar Tom, que por sua vez classificou como madura a atitude do então concorrente ao cargo de presidente do Touro do Sertão, “Sentamos e conversamos. A decisão de Costa demonstra muita maturidade. Pelo bem do Fluminense, chegamos à conclusão que o apoio dele era muito importante nessa nossa caminhada”, disse Tom.

Diante disso, na assembleia de hoje, Tom deve ser aclamado e os sócios conselheiros devem se concentrar no sentido de encontrar uma alternativa para o Conselho Deliberativo, que não teve chapa inscrita para o pleito que também elegerá novos conselheiros para a agremiação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *