Publicidade
Publicidade

Agora presidente do Bahia de Feira, Tiago Souza fala sobre montagem do elenco, cobertura na Arena Cajueiro e mais; confira

Compartilhe este Post

O Tremendão se prepara a todo vapor para a disputa do Baianão 2024. Em entrevista exclusiva à Miro Nascimento, o agora presidente do Bahia de Feira, Tiago Souza, falou sobre a montagem do elenco, comissão técnica e os desafios de tentar colocar o clube novamente em competições nacionais.

“Começamos nossa pré-temporada hoje, já com comissão técnica e elenco todo formado. A gente sabe que é difícil essa época do ano, porque as equipes estão formando seus times, e claro que perdemos aí uns quatro jogadores que gostaríamos que estivessem aqui por diversas questões, mas estamos satisfeitos com o que entendemos de um elenco equilibrado. Exceto Peterson (Nacional-AM) e Paulinho (ASA-AL), dois jogadores que gostaríamos de contar, o restante conseguiu se manter e tentamos trazer jogadores com características que faltaram no elenco da competição passada. Hoje contamos com 26 jogadores. Entendemos que está equilibrado o grupo e, se aparecer algo por questões extras que possam agregar, a gente pode trazer, mas não estamos buscando ninguém mais”, comentou Tiago, que revelou também a aposentadoria de Tony Galego, peça importante no elenco deste ano.

Thiago Souza
Foto: Futebol Baiano

Em relação a assumir o novo cargo de presidente do Bahia de Feira, Tiago está tranquilo: “Isso são apenas formalidades que uma associação de futebol tem. Época é o professor Jodilton, época sou eu, mas nada muda. O clube é dirigido por um colegiado; eu, Mayara Correia e meu pai (Jodilton). E sempre o treinador tem um papel preponderante conosco, na formação de elenco, de logística, de tudo. 

Sobre a possibilidade do Tremendão ‘abrir as portas’ da Arena Cajueiro para clubes que estejam sem mando de campo para o Baianão, bem como se já há solicitações para isso, o novo presidente foi claro: “Queremos o melhor para o futebol baiano, então, a gente sempre deixa as portas abertas para qualquer clube do interior que, porventura, não tenha o seu mando. O presidente (da FBF) Ricardo Lima já sabe disso. Temos um gramado sintético, o que não prejudica em sua qualidade a quantidade de jogos. Então, a gente faz para atender uma solicitação da Federação Baiana, pensando no futebol como um todo. Sobre solicitações de outros clubes, ainda não há nada oficial”.

Tiago ainda revelou que a Arena Cajueiro já deve receber cobertura “O torcedor do Bahia de Feira, o torcedor do futebol feirense, pode ter certeza que não iremos medir esforços para aproximar o o público cada vez mais. Dentro da nossa possibilidade, o que a gente mais quer é a casa cheia. É bem provável que uma boa parte do estádio na nossa estreia já esteja coberta na nossa arquibancada principal, para dar mais conforto nesse calor ao torcedor e que a gente possa estar sempre botando mais público e o time corresponda em campo”.

Lembrando que o Tremendão estreia no Campeonato Baiano no dia 14 de janeiro, um domingo, às 16h, diante do Jacobina na Arena Cajueiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *