Publicidade
Publicidade

Oliveira Canindé fala sobre a preparação do Tremendão em amistoso contra Jacuipense e expectativas para o Baianão

Compartilhe este Post

Nesta quinta-feira (28), o técnico do Bahia de Feira, Oliveira Canindé, falou em entrevista exclusiva à Miro Nascimento, pela Rádio Sociedade News FM, sobre a preparação do Tremendão para o início da temporada da equipe no Baianão, que será dia 14 de janeiro, bem como detalhes sobre o amistoso preparatório contra a Jacuipense neste sábado (30). Confira abaixo os principais trechos da entrevista de Oliveira, que vive sua segunda passagem no clube feirense.

Sobre o nível de preparo (inclusive físico) alcançado com o grupo até o momento, o técnico foi enfático: “Embora nós não estejamos satisfeitos ainda, e só estaremos quando começarmos dia 14 e eu acredito que vamos chegar exatamente no ponto ideal, ainda estamos em trabalho de preparação, nos condicionando em todas as situações, né? E temos alguns problemas de contusões, porque também é normal nesse período. A gente espera recuperar esse pessoal mais rápido possível pra que todos estejam disponíveis quando chegarmos mais próximo à estreia”.

Oliveira apontou o que espera ao encarar a Jacuipense no sábado: É um adversário forte, nós esperamos que tenhamos um adversário à altura da competição (Baianão), e que possa ser exigido de nós a competitividade que precisamos ter dentro do campeonato e também que a gente possa oferecer ao adversário as dificuldades que eles encontrarão na competição”.

Foto: Reprodução

Experiente, o treinador sabe que o gramado de outros estádios é sempre uma pauta pelo fato do Bahia de Feira atuar num piso sintético, mas isso não deve ser problema: “Por ser um amistoso fora de casa, também fala alto em cima das nossas expectativas quanto ao campo, um outro tipo de gramado que não é o nosso (sintético). Então esperamos que haja algumas dificuldades, né? Mas temos condições de, independente das dificuldades que a grama ofereça para nós ou para o adversário, que possamos fazer um jogo consciente, com capacidade de colocar a bola no chão e nos comportar como uma equipe que busca por algo, com condição de mostrar essa força. Já agradecemos à Jacuipense por oferecer a oportunidade de medir forças e ver em que ponto estamos, pois serve como parâmetro para medir as possibilidades que teremos no Baiano”.

Canindé finalizou otimista e grato com o que tem visto: “Temos produzido muito e enfatizamos algumas situações. Trabalhamos muito a parte tática e a parte física. Ícaro (Preparador físico) tem trabalhado muito, todos nós. Estamos buscando a evolução para que no momento ideal estejamos no Ponto Certo. Acredito no trabalho que está sendo feito e agradeço a oportunidade de estarmos aqui e termos a condição que temos, né? Num clube que respeita seus profissionais e dá a condição ideal para que a gente se preocupe apenas com a parte de campo, e é isso que temos feito. Temos que mostrar que fizeram o certo em nos trazer pra cá. Esperamos retribuir com grandes resultados.

Lembrando que o Tremendão inicia o Campeonato Baiano na Arena Cajueiro no dia 14 de janeiro às 16h, diante do Jacobina. Já a Jacuipense tem pela frente um desafio pesado: A Pré-Copa do Nordeste no próximo dia 7 (um domingo) às 19, no Almeidão, em duelo único contra o Botafogo-PB.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *