Publicidade
Publicidade

Bahia de Feira intensifica preparação para 2020

Compartilhe este Post

Aos poucos, o Bahia de Feira vai formatando a sua equipe para a temporada 2020, quando o Tremendão terá pela frente um calendário cheio, com duas competições nacionais – Série D e Copa do Brasil – além do Campeonato Baiano, onde não pode vacilar, pois é uma competição que serve como porta de entrada para outras competições nacionais. Embora tenha um calendário robusto, os dirigentes estão mantendo o mesmo planejamento com contratações pontuais, aliadas à base existente no time há três anos e a garotos revelados nas divisões inferiores da equipe.

Os trabalhos com vistas à nova temporada se intensificaram desde a semana passada, quando os reforços começaram a chegar, a exemplo do atacante Marclei, que está de volta ao clube após dois anos. Ele estava jogando fora do Brasil, onde teve passagens por equipes do Kwait e da Malásia e agora está de volta ao Tremendão. O atacante Leo Porto e o volante João também são atletas novos que estão treinando com o restante do grupo.

O técnico Quintino Barbosa, o Barbosinha, vem com toda a tranquilidade preparando o grupo e o objetivo é manter a mesma pegada de 2019 para as competições do próximo ano. “A nossa equipe é ‘cascuda’, ou seja, muito competitiva porque temos uma base forte que vem a três anos nos dando a sustentação para que aos poucos possamos revelar atletas, como foi o caso este ano do Van (lateral-direito) e do Bispo (volante) que foram para o Vitória. Além disso, esse conjunto nos permite brigar por coisas grandes, como foi este ano que chegamos a final com o Bahia do Baiano e o objetivo nosso é esse, mesmo sabendo que 2020 vai ser mais difícil, mas estamos prontos para a guerra”, avaliou.

CONTRATAÇÕES

O planejamento de contratações no Bahia de Feira é o mesmo dos últimos anos, onde tudo passa por um consenso entre o treinador, o presidente do clube Jodilton Souza e o presidente do Conselho Deliberativo, Thiago Souza. “São contratações pontuais, ou seja, atletas que já conhecemos de bom potencial e não contratamos muito porque precisamos ‘oxigenar’ o grupo dando oportunidade aos garotos da base cumprindo assim nosso objetivo de manter um time equilibrado”, destacou Barbosinha.

Informações e fotografia – Ferreira Junior – Diplomatas News

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *