Publicidade
Publicidade

Diretoria já tem modelo de SAF definido para apresentar ao Conselho do Fluminense

Compartilhe este Post

A diretoria do Fluminense de Feira já tem um modelo de SAF – Sociedade Anônima de Futebol – definido para apresentar ao Conselho Deliberativo. A ideia é que se adote o modelo semelhante ao de clubes como o Bahia e o Botafogo e a expectativa é de que no mês de setembro todo o processo seja finalizado e se comece então a planejar o próximo ano, quando o clube disputa mais uma vez a Série B do Campeonato Baiano.

O advogado e diretor Jurídico do Touro do Sertão, Tiago Matos, afirmou que  modelo de SAF que o Fluminense deve adotar é o da cisão parcial, com a negociação dos departamentos de futebol e administrativo, que passariam para o controle do investidor. “Esse formato é o que a maioria dos clubes estão adotando, como o Bahia, por exemplo. No caso, o Fluminense mantém toda a sua parte patrimonial preservada e uma vez aprovado o formato ai entra a negociação sobre a utilização desta parte pelo investidor, porém neste momento esta questão se torna secundária porque a prioridade é finalizar todo o processo formalização para que o Conselho Deliberativo analise e emita seu parecer”, explicou Tiago Matos.

O advogado disse ainda que nesse momento os departamentos jurídicos do clube e da empresa investidora estão empenhados em finalizarem os processos internos. “Tanto o clube como a empresa precisam estar com a documentação em dia, inclusive com auditorias atualizadas. Há nesse momento, por parte do Fluminense uma eminência de finalizar os ajustes restantes para que o Conselho Deliberativo possa analisar, emitir um parecer para em seguida ser convocada uma assembleia de sócios e conselheiros para aprovação do modelo de SAF que será implantado no clube”, afirmou.

Com a aprovação do modelo da SAF, Tiago Matos informou que outra assembleia deverá acontecer. “Este outro encontro servirá para aprovação da empresa investidora que no caso já terá a ciência do modelo desejado pelo clube e em cima disso apresentará a sua proposta para a apreciação dos sócios e conselheiros. Uma vez aprovada a SAF então é concretizada e então o investidor definirá quando começará o planejamento para curto, médio e longo prazo”, disse.

Por conta de um contrato de sigilo firmado entre o Fluminense e a empresa investidora, maiores detalhes ainda não podem ser divulgados. No entanto Tiago Matos acredita que até o final do próximo mês a situação terá o seu desfecho. “Estamos otimistas e buscando acelerar este processo porque o Fluminense precisa começar a planejar 2024 e o caminho do sucesso começa a se trilhar com um bom planejamento”, declarou.

Por Cristiano Alves com informações de Miro Nascimento

Foto – Ascom Fluminense de Feira

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *