Publicidade
Publicidade

Renato Paiva admite atuação ruim do Bahia

Compartilhe este Post

No sufoco, o Bahia venceu o Camboriú por 1 a 0, na noite de ontem e se classificou na Copa do Brasil. No Estádio das Nações, o Tricolor foi pressionado, mas contou com golaço do atacante Biel, ainda no primeiro tempo, para avançar.

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Renato Paiva avaliou que o time alternou bons e maus momentos, com mais dificuldade no segundo tempo.

– Dizer que a primeira parte foi mais ou menos da nossa parte. Tivemos alguns momentos bons. Poderíamos ter feito mais gols, não fizemos. Deixamos o jogo andar para frente. E o Camboriú a ganhar alguma esperança no segundo resultado. E a segunda parte é para esquecer. O Camboriú fez um grande jogo. E nós não fizemos um grande jogo e deveríamos ter feito um bom jogo pelo menos. Não adianta falar de nada. Deveríamos ter dado continuidade a momentos da primeira parte e não demos. O que salva é a qualificação e o que os jogadores transpiraram. E dar os parabéns ao Camboriú – avalia o técnico.

Paiva também explicou as quatro mudanças no time titular, com entradas de Cicinho, Chávez, Acevedo e Everaldo nos lugares de André, Matheus Bahia, Rezende e Ricardo Goulart.

– As mudanças, a questão é que já jogamos semifinal do Baiano no sábado. Viagem longa ontem, viagem longa amanhã. É refrescar. Nas laterais, no nosso estilo de jogo, tem muito ir e vir. Então refrescá-los e não perder nenhum para essa sucessão de jogos. E o Rezende é um jogador com histórico de lesões. Então decidimos poupar um pouco o Rezende – diz.

O Bahia volta a campo neste sábado, quando enfrenta o Itabuna, em jogo de ida das semifinais do Campeonato Baiano. A bola rola às 16h (de Brasília), no Estádio Ribeirão.

Fonte – Globo Esporte

Foto – ECB

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *