Publicidade
Publicidade

UM BRASIL DE TÍTULOS: ESTADOS CONHECEM SEUS CAMPEÔES

Compartilhe este Post

Fluminense goleia o Flamengo e fatura o Carioca com autoridade

O Fluminense é bicampeão do Campeonato Carioca. Com uma atuação contundente no segundo jogo da final, na noite deste domingo, o time comandado por Fernando Diniz goleou o Flamengo por 4 a 1 no Maracanã e faturou a taça com o placar agregado de 4 a 3 (o Fla venceu por 2 a 0 na ida, na semana passada). Marcelo, Cano (duas vezes) e Alexsander fizeram os gols que garante o 33º título da história tricolor

Foi a quarta chance de título desperdiçada pelo Flamengo só neste início de temporada. Depois de não chegar sequer à final do Mundial e de ser derrotado tanto na Supercopa do Brasil quanto na Recopa Sul-Americana, o Flamengo agora perde o Campeonato Carioca. E pior: com uma atuação muito inferior a do Fluminense.

Esse é o título de número 33 do Fluminense na história do Campeonato Carioca. O Flu agora diminuiu a vantagem para o Flamengo, que ainda é o maior campeão, com 37 conquistas.

É campeão! Palmeiras dá chocolate no Água Santa

Mais um dia histórico para um time que não se cansa de vencer. A terceira Academia do Palmeiras é campeã paulista de 2023, com direito a chocolate no Domingo de Páscoa. O Verdão aplicou 4 a 0 no Água Santa, no Allianz Parque e, tal qual no ano passado, quando derrotou o São Paulo na final pelo mesmo placar, conquistou a taça após sair atrás na decisão (havia perdido o primeiro jogo para o time de Diadema por 2 a 1). Gabriel Menino – duas vezes -, Endrick e Flaco López marcaram para a equipe alviverde, que conquistou o seu oitavo título sob o comando de Abel Ferreira

Com o título, o Palmeiras chegou a 25 conquistas do Campeonato Paulista. O clube é o segundo maior campeão do Estadual, atrás apenas do Corinthians, que tem 30 taças, e à frente dos rivais Santos e São Paulo, que foram campeões 22 vezes

Atlético-MG conquista o tetra consecutivo do Mineiro

O Atlético-MG confirmou a hegemonia no Campeonato Mineiro conquistando o tetracampeonato seguido do time, neste domingo, no Mineirão, ao derrotar o América-MG por 1 a 0, no jogo de volta da decisão do Estadual. Hulk, cobrando pênalti, abriu o placar no primeiro tempo. No início do segundo tempo, Otávio foi expulso. Mesmo com um a menos, o Galo chegou ao segundo gol novamente com Hulk, definindo a vitória. No fim da partida, o goleiro Everson ainda defendeu um pênalti, cobrado por Wellington Paulista. A conquista deste domingo foi a de número 48 do Atlético no Campeonato Mineiro.

Com o título deste domingo, o Atlético-MG volta a ser tetracampeão estadual (2020,2021,2022 e 2023), consecutivamente, depois de 42 anos. É a terceira vez na história que o Galo consegue esse feito. Anteriormente, o Alvinegro foi penta entre 1952 e 1956. Depois, o Atlético conseguiu o hexa, maior sequência seguida do clube, entre 1978 e 1983. A conquista do Campeonato Mineiro de 2023 representa o 48º título estadual do Atlético-MG, maior vencedor da competição.

O Atlético-MG disputou 12 jogos no Campeonato Mineiro 2023. O time de Eduardo Coudet venceu nove partidas, empatou duas e perdeu apenas uma (para o Athletic, no jogo de ida da semifinal). O Galo teve a melhor campanha geral da primeira fase da competição. O ataque alvinegro anotou 21 gols em toda a disputa, com Hulk marcando 11 deles, e a defesa foi vazada oito vezes.

Athletico conquista título invicto do Paranaense

Athletico é o campeão Paranaense de 2023. Invicto, o Furacão empatou com o Cascavel neste domingo, na Arena da Baixada, e garantiu a conquista do estadual pela 27ª vez em sua história. Na ida, o Rubro-Negro venceu por 2 a 1 e levou a melhor no agregado.

O Athletico foi imbatível no Paranaense. Em 17 jogos, o Furacão venceu 15 vezes e empatou duas. Os números igualam a campanha de 1936, quando a equipe conquistou, assim como hoje, o estadual de forma invicta.

Atlético-GO  é campeão goiano pela 17ª vez

O Atlético-GO é campeão goiano! Neste domingo, o Dragão perdeu de virada para o Goiás no tempo normal, por 3 a 1, mas venceu nos pênaltis e conquistou seu 17º título na história, sendo o oitavo desde 2007. O Dragão, que venceu o jogo de ida por 2 a 0, abriu o placar hoje com Luiz Fernando, artilheiro do Campeonato Goiano com 10 gols. O Goiás reagiu ainda no primeiro tempo e empatou com Alesson. No segundo tempo, Vinícius, de pênalti, e Palacios, nos acréscimos, fizeram os gols do Goiás. Nos pênaltis, Hugo errou em cobrança polêmica – a arbitragem marcou dois toques – e o Dragão venceu por 5 a 4.

Este foi o 17º título estadual do Atlético-GO, que abre vantagem sobre o Vila Nova, o terceiro colocado no ranking de títulos goianos com 15 troféus. De todos os títulos do Dragão, oito foram conquistados de 2007 para cá. O Goiás segue como o maior campeão goiano com 28 títulos.

No Ceará, o Tricolor do Pici venceu o Campeonato Cearense pela quinta vez consecutiva. Com empate em 2 a 2 contra o Ceará, o Leão ultrapassou seu maior rival no número de títulos e, com 46, é o maior campeão estadual. O Vozão, que não levanta a taça desde 2018, tem 45. O jogo de ida foi 2 a 1 para o Fortaleza. 

No Gauchão, a hegemonia da capital permanece. Após empatar o primeiro jogo em 1 a 1, o Grêmio venceu o Caxias por 1 a 0, com gol de Luís Suárez, de pênalti, e conquistou seu 42º título. Porto Alegre, que tem o Imortal e o Internacional (45 títulos) como principais clubes, conquistou 90 dos 103 estaduais disputados na história. O Caxias segue com apenas um título e, agora, tem quatro vice-campeonatos. 

Em Alagoas, o CRB venceu o ASA e chegou ao seu 33º título. Em número de conquistas, está atrás apenas do maior rival, o CSA, que tem 40.

No Campeonato Catarinense, o Criciúma venceu os dois jogos do Brusque e faturou sua 11ª taça. É o quarto maior campeão do estado, atrás de Avaí (18), Figueirense (18) e Joinville (12). 

Já no Mato Grosso, deu Cuiabá. O Dourado venceu o União Rondonópolis por 3 a 0, no placar agregado, e conquistou o estadual pelo terceiro ano consecutivo. Agora, com 12 títulos, é o segundo maior campeão, atrás do Mixto, que tem 24, e empatado com o CEOV. 

Por fim, o Campeonato Paraibano teve o Treze-PB como campeão. A equipe de Campina Grande bateu o Sousa, nos pênaltis, e chegou ao 17º título. É o terceiro maior campeão da Paraíba, atrás de Botafogo-PB (30 conquistas) e Campinense (22).

Fontes: GE e BN

Foto: Divulgação

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *