Publicidade
Publicidade

Evento coloca a Capoterapia em evidência

Compartilhe este Post

A atividade física consegue aliar diversas práticas como a esportiva, sem perder de vista questões como a saúde do corpo e da mente. É o que basicamente consiste a capoterapia, que é a junção da capoeira com terapias que beneficiam o corpo e a mente humanos. Essa foi uma das vertentes do IX INCULT (intercâmbio Capoeira Universo Cultural), que aconteceu entre os meses de setembro e dezembro do ano passado e mais uma vez mostrou a força que a atividade tem não só em Feira de Santana, mas em outras cidades baianas.

O encontro (foto) foi marcado por palestras, oficinas e workshops de percussão afro e danças com temáticas voltadas para capoeira, o samba de roda, maculelê, capoterapia, literatura de cordel e primeiros socorros, para representantes de grupos culturais e associações de capoeira de várias cidade como Quijingue, Euclides da Cunha, Tucano, Santo Amaro, Cachoeira, Salvador, Santo Estevão e Feira de Santana, além de alunos de escolas públicas dos Bairros Tomba, Brasília, Eucalipto, Conceição, Cidade Nova, Distrito Matinha dos Pretos e Distrito Maria Quitéria, atingindo crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social dessas comunidades.

Sobre a capoterapia, chama a atenção porque pode ser praticada por jovens, adultos, idosos e pessoas com necessidades especiais. As sessões de capoterapia são acompanhadas de músicas, palmas e movimentos ritmados, onde os praticantes, coordenados pelo instrutor criam um ambiente descontraído e motivador do movimento numa atmosfera lúdica. ”É nesse clima que praticamos e a resposta é muito positiva por parte das pessoas. Os benefícios são muitos para quem pratica”, disse o Instrutor Gilberto Ribeiro, que é capoeirista há muito tempo e ministrou diversos cursos dentro do IX INCULT, dentre eles o de primeiros socorros.

Mesmo tendo tamanha importância o evento foi realizado com dificuldades porque embora tivesse certificado pelo Pró-Cultura/Esporte não obteve apoio de empresas. Mesmo assim aconteceu e contou com a presença de importantes nomes da capoeira como o Mestre Macaco (Raimundo José das Neves) da ACABO de Sano Amaro. Além das palestras e oficinas, o evento contou com a formatura de 3° graduação de contramestre para Tatuzam (Fabrício Souza Barboza) e Caverna (Thiago Brito Menezes).

Além das oficinas abertas nos espaços de trabalho da ECULT Capoeira no Tomba, nos Distritos da Matinha dos Pretos e Maria Quitéria, conseguimos realizar com recursos próprios e apoio dos parceiros apresentações culturais nas praças do Centro e dos Distritos, Oficina de Literatura de Cordel com Capoeira em Escolas Municipais e Estaduais e na Associação Comunitária Sonho Real na Conceição.

Além de aulas e vivências de capoterapia no Instituto Odu Odara e no SESC/Tomba em parceria com o Grupo Qualidade de Vida NASF 8 Eucaliptos,  o intercâmbio de crianças na capoeira com a turminha do Professor Thiago Caverna na Creche Amor Coruja.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *