Publicidade
Publicidade

Estado pode intervir para solucionar problema da iluminação do Joia

Compartilhe este Post


O Governo do Estado pode intervir para que o problema na iluminação artificial do Estádio Joia da Princesa seja solucionado o mais breve possível. O deputado federal Zé Neto (PT) esteve presente na praça esportiva no dia de ontem (4), acompanhando a partida entre Fluminense de Feira x Juazeiro – válida pela quarta rodada da 2ª divisão do Campeonato Baiano – quando por volta dos 15 minutos do 2º tempo o jogo teve que ser interrompido por falta de energia elétrica em uma das torres de iluminação do estádio. O duelo teve que ser interrompido e a sua conclusão se dará hoje, a partir das 15 horas.
O parlamentar reconheceu os esforços da administração da praça em solucionar a questão, porém criticou o Poder Público Municipal pela situação ocorrida. “Estamos falando de uma estrutura ultrapassada, que tem mais de 40 anos. É um absurdo ver que tanto tempo se passou e poucas coisas foram feitas, mas o que aconteceu é o reflexo de como muitas coisas são olhadas na cidade. Olha, que há muito tempo eu propus destinação de recursos para modernização do estádio, mas o ex-prefeito disse que não precisava de nada disso”, criticou Zé Neto. “Está aí o resultado: falta de respeito não só com o time, que é visto como uma coisa qualquer, mas com a comunidade que já tem poucas opções de lazer e as que tem são tratadas desse jeito”, complementou.
Zé Neto disse que enviou o vídeo da situação para o governador Jerônimo Rodrigues, que se colocou à disposição para intervir, a partir do entendimento com o Município. “Estarei com o governador hoje e vamos aprofundar as conversas, também na expectativa que o prefeito Colbert Martins Filho possa sinalizar positivamente e estes entendimentos avancem para uma solução imediata. O Joia é patrimônio do nosso esporte e não pode passar por uma situação dessas”, afirmou.

Por Cristiano Alves com informações de Miro Nascimento
Foto – Divulgação

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *