Publicidade
Publicidade

Quase 30 anos depois, Luis Paolilo Filho deixa o Fluminense de Feira

Compartilhe este Post

“Eu saio feliz, porque fiz muito pelo Fluminense. Eu não quero ter responsabilidade mais no Fluminense. Desde a Copa Baiana de Aspirantes (desse ano) para cá que eu me afastei”, disse Luisinho. Como a torcida cobrava muito a saída do ex-diretor, nós perguntamos se esse seria um dos motivos que o fez deixar o clube.

“Eu não vou esconder, é verdade. Porque eu sou um pai de família, eu poderia perder a cabeça com alguém e preferir melhor evitar. A torcida tem o direito de reclamar, mas não da forma que estava”, falou sem titubear. E acrescentou, “Eu não admito uma pessoa dizer para mim e a diretoria largar o osso. Quer dizer que a gente é ladrão, nós somos pai de família”, lamentou.

Sobre 2020, Luisinho disse que torce para que o Flu de Feira faça uma boa campanha e na medida do possível vai ajudar, só que indiretamente o clube, passando o que vier ao seu conhecimento para quem estiver no comando do time.

Luiz Carneiro Paolilo Filho já passou por quase todas diretorias do Fluminense de Feira. Iniciou suas atividades no clube em 1988 como Diretor de Sede, além de ter sido Diretor de Futebol, vice-presidente e presidente do clube. O único momento em que o ex-mandatário não se envolveu com o time, foi em 2013 e 2014 quando o time foi rebaixado, retornou em 2015 quando ajudou o time a ascender à elite do estadual.

Confira a entrevista completa no menu Podcast.

 Por Joaquim Neto | Foto: Cristiano Alves

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *