Publicidade
Publicidade

Atacante Deon morre durante treino do Bahia de Feira

Compartilhe este Post

Uma notícia deixou o futebol feirense abalado: o atacante Deon, 36  anos, treinava na tarde de hoje com os seus companheiros do Bahia de Feira, na Arena Cajueiro, quando passou mal, a ponto de ser socorrido para um hospital, porém no começo da noite veio a confirmação de que o jogador faleceu, vítima de um infarto.

As informações oriundas do clube, dão conta de que Deon, ontem não havia treinado por estar sentido dor em uma das pernas, porém hoje, ele voltou a trabalhar normalmente com o restante do grupo, treinado por João Carlos Ângelo que estava se preparando para o confronto contra o Nacional. Em dado momento, o atleta sentiu-se mal, chegando a cair em campo. Uma ama ambulância do SAMU foi acionada e depois dos primeiros atendimentos, o atleta foi encaminhado para uma unidade hospitalar, onde acabou não resistindo e faleceu. A sua última partida foi no sábado (5), quando o Bahia de Feira garantiu passagem para a sequência da 4ª divisão nacional ao derrotar o Potiguar\RN.

O Bahia de Feira divulgou uma nota oficial, onde lamentou o ocorrido, ao mesmo tempo em que se solidarizou com a família do jogador. O textou ainda lembtou, o quando Deon era querido por todos e o grande exemplo que ele deixou vestindo a camisa do Tremendão.

QUASE METADE DA CARREIRA JOGOU EM FEIRA

José Aldean Oliveira de Jesus era natural da cidade de Crisópolis, no nordeste baiano e despontou para o futebol em 2005 jogando pelo Bahia, onde permaneceu até 2008, período em que o Esquadrão de Aço esteve disputando as séries C e B do Campeonato Brasileiro. Depois esteve jogando em outras equipes como Fluminense de Feira, Atlético de Alagoinhas, Bahia de Feira, Juazeirense, Jacobina, Flamengo de Guanambi. Ao longo de quase 20 anos de carreira, ele só esteve jogando fora do Estado em três oportunidades: 2008, quando foi para o Palmeiras B\SP; 2011, quando atuou pelo Vila Nova e no ano seguinte disputou o Campeonato Mineiro pelo Tupi de Juiz de Fora.

O atleta, ao longo da carreira, estabeleceu um vínculo forte com Feira de Santana, onde esteve pela primeira vez em 2009, quando defendeu o Fluminense na Série D do Campeonato Brasileiro e depois na Copa Governador do Estado, onde sagrou-se campeão no time comandado por Laelson Lopes. Depois em 2015, ele voltou ao Touro do Sertão, na expectativa de ser o homem-gol na campanha de retorno da 2ª divisão para a 1ª divisão baiana. Entretanto, na segunda rodada em uma partida contra o Grapiúna, em um lance fatídico, ele quebrou a perna. Se recuperou e voltou aos gramados permanecendo no clube até o ano seguinte.

Dois anos depois, em 2018, ele começou a sua história no Bahia de Feira, onde permaneceu por cinco temporadas. Conquistou os vice-campeonatos baianos de 2019 e 2021, disputou três Copas do Brasil e cinco Campeonatos Brasileiros da Série D. O atacante Deon deixou esposa e dois filhos.

Por Cristiano Alves

Foto – Felipe Oliveira\ECB

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *