Publicidade
Publicidade

Ex-técnico da Inglaterra pode fechar parceria com o Botafogo/PB

Compartilhe este Post

Nos últimos dia, foi intensa a movimentação nas redes sociais do Botafogo-PB. É que o clube divulgou uma negociação com uma figura mundialmente conhecida no futebol. O sueco Sven-Göran Eriksson, que foi técnico da Inglaterra em duas Copas do Mundo e da Costa do Marfim em outro Mundial, deve se tornar o novo manager do clube paraibano. A ideia é que ele passe a comandar as categorias de base botafoguenses.

O próprio Botafogo-PB divulgou um vídeo no qual Sven-Göran Eriksson confirma o contato com o presidente do clube, Sérgio Meira. Inclusive, emissários do ex-treinador, hoje dirigente, estiveram na capital paraibana.

De acordo com o Botafogo-PB, o intermediário nessa negociação é o ex-jogador norueguês Lars Bakkerud, que já esteve João Pessoa acompanhado do ex-jogador brasileiro Anderson Sousa, que jogou muitos anos na Noruega e hoje é agente de futebol. Ambos visitaram as dependências do Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno  A chegada dos agentes à capital paraibana faz parte de um estudo da equipe de Sven-Göran Eriksson, que visa parcerias e até a terceirização das categorias de base. Anderson Sousa conversou com o presidente do Botafogo-PB, Sérgio Meira, informando que um nome renomado no futebol gostaria de conhecer o clube e oferecer um plano para melhorias nas categorias de base. O mandatário detalha como foi o encontro. – Eu recebi um link do Anderson (Sousa) com informações de um ex-treinador de futebol, que hoje é investidor, que gostaria de conhecer clubes brasileiros, preferencialmente das séries B ou C. Dois dias depois do recebimento do link, abri e vi que se tratava de um dos maiores treinadores da Europa, Sven Eriksson. Em seguida, me certifiquei que era realmente o Sven e conversei com ele por telefone – contou Sérgio Meira.

PESO

Aos 72 anos, Sven-Göran Eriksson atuou como treinador por 41 anos e dirigiu clubes como Benfica, Roma, Fiorentina, Sampdoria, Lazio e Manchester City. Ele também comandou as seleções de México, Inglaterra (nas Copas do Mundo de 2002 e 2006) e Costa do Marfim (no Mundial de 2010).

Os seus trabalhos mais recentes como treinador foram no futebol chinês, em que comandou o Guangzhou R&F, o Shanghai SIPG e o Shenzen, o seu último clube, em 2017. Desde então, o sueco passou a atuar no ramo de investimento no futebol, por meio da Eriksson Management.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Posts Relacionados

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *